Avaliando o processo de trabalho das equipes NASF microrregião de Aquidauana, MS: Projeto Terapêutico Singular

Bruna Alves de Jesus, Karla de Toledo Candido Muller, Alexandre Alves Machado, Cristiano Marcelo Espinola Carvalho

Resumo


O objetivo principal deste estudo foi  avaliar a utilização da ferramenta tecnológica de apoio Projeto Terapêutico Singular (PTS) pelas equipes Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF)  da microrregião de Aquidauana, localizado no Estado de Mato Grosso do Sul. Trata-se de um estudo de caráter quantitativo-descritivo, no qual foram entrevistados 15 profissionais de diferentes cidades da microrregião de saúde de Aquidauana, em Mato Grosso do Sul, e extraídas as ideias centrais com foco no conhecimento sobre a ferramenta PTS. Oito entrevistados demonstraram entendimento sobre como utilizar a ferramenta PTS e aplicabilidade a respeito do recurso terapêutico, e sete não tinham contato e não sabiam a finalidade do recurso.  Portanto o PTS deve ser valorizado no que se trata promoção a saúde, já que produz saúde através dos impactos gerados de suas ações que atuam diretamente sobre os condicionantes e determinantes sociais da saúde da população; nesse contexto a gestão dos serviços é indubitavelmente necessária para o funcionamento do NASF.

Palavras-chave


saúde pública; promoção da saúde; tecnologia em saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, Juliana de Oliveira. A construção de projetos terapêuticos no campo da saúde mental: apontamentos acerca das novas tecnologias de cuidado. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências) -  Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2009.

BARROS, Juliana de Oliveira et al. Estratégia do apoio matricial: a experiência de duas equipes do Núcleo de a poio à saúde da família (NASF) da cidade de São Paulo, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 20, n. 9, p. 2847-56, 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Diretrizes do NASF: núcleo de apoio à saúde da família. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. 157p. (Série A. Normas e Manuais Técnicos/Cadernos de Atenção Básica, n. 27).

______. Ministério da Saúde. Portaria n. 154, de 24 de janeiro de 2008. Cria os Núcleos de Apoio à Saúde da Família – NASF. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt0154_24_01_2008.html>.

BOCCARDO, Andréa C. S. et al. O projeto terapêutico singular como estratégia de organização do cuidado nos serviços de saúde mental. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 85-92, jan./abr. 2011.

CAMPOS, Gastão Wagner de Sousa; DOMITTI, Ana Carla. Apoio matricial e equipe de referência: uma metodologia para gestão do trabalho interdisciplinar em saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 23, n. 2, p. 399-407, fev. 2007.

 

CUNHA, Gustavo T.; CAMPOS, Gastão W. S. Apoio matricial e atenção primária em saúde. Saúde e Sociedade. São Paulo, v. 20, n. 4, p. 961-70, 2011.

ESMERALDO, Geordany Rose de Oliveira Viana et al. Tensão entre modelo biomédico e estratégia saúde da família: percepções dos trabalhadores de saúde. Revista de APS, Juiz de Fora, v. 20, n. 1, 2017.

FERTONANI, Hosanna Pattrig et al. Modelo assistencial em saúde: conceitos e desafios para a atenção básica brasileira. Ciência & Saúde Coletiva, v. 20, n. 6, p. 1869-78, 2015.

GONÇALVES, Rita Maria de Abreu et al. Estudo do trabalho em Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, v. 40, n. 131, 2015.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Demográfico 2010. IBGE, 2010.

LEFEVRE, Fernando; LEFEVRE, Ana Maria Cavalcanti . Discurso do sujeito coletivo: representações sociais e intervenções comunicativas. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 23, n. 2, p. 502-7, abr. 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/tce/v23n2/pt_0104-0707-tce-23-02-00502.pdf>. Acesso em: 14 out. 2017.

LEITE, Denise Fernandes; NASCIMENTO, Débora Dupas Gonçalves do; OLIVEIRA, Maria Amélia de Campos. Qualidade de vida no trabalho de profissionais do NASF no município de São Paulo. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 24, n. 2, p. 507-25, 2014.

LINASSI, Jordana et al. Projeto terapêutico singular: vivenciando uma experiência de implementação. Revista Contexto & Saúde, v. 11, n. 20, p. 425-34, 2013.

MATO GROSSO DO SUL. Secretária de Estado de Saúde. Resolução n. 075/SES/MS. Aprova as decisões da Comissão Intergestores Bipartite Estadual. Diário Oficial n. 8.061, Campo Grande, 14 de novembro de 2011, p. 14.

MERHY, Emerson Elias; FRANCO, Túlio Batista. Por uma Composição Técnica do Trabalho em saúde centrada no campo relacional e nas tecnologias leves. Apontando mudanças para os modelos tecno-assistenciais. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 27, n. 65, p. 316-23, 2003.

MERHY, Emerson Elias. O desafio que a educação permanente tem em si: a pedagogia da implicação. Interface (Botucatu), Botucatu ,  v. 9, n. 16, p. 172-4,  set./fev. 2005.

MORORÓ, Martha E. M. L. Cartografias, desafios e potencialidades na construção de projeto terapêutico em Centro de Atenção Psicossocial -      CAPS III. 2010. 130f.  Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

NASCIMENTO, Débora D. G; OLIVEIRA, Maria A. C. Reflexões sobre as competências profissionais para o processo de trabalho nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família. O Mundo da Saúde, São Paulo, v. 34, v. 1, p. 92-6, 2010.

OLIVEIRA, Gustavo N. O projeto terapêutico e a mudança nos modos de produzir saúde. São Paulo: Hucitec; 2008.

OLIVEIRA, Inajara C; ROCHA, Renata M; CUTOLO, Luiz R.A. Algumas palavras sobre o NASF: relatando uma experiência acadêmica. Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro, v. 36, n. 4, p. 574-80, dez. 2012.

PANIZZI, Mirvaine et al. Reestruturação produtiva na saúde: atuação e desafios do Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 41, n. 112, p. 155-70, 2017.

PINTO, Diego Muniz et al . Projeto terapêutico singular na produção do cuidado integral: uma construção coletiva. Texto & Contexto - Enfermagem,  Florianópolis ,  v. 20, n. 3, p. 493-502,  jul./set. 2011 . 

RAIMUNDI, Daniele Merisio et al. A prática de uma clínica da família na perspectiva dos enfermeiros do serviço. Investigação Qualitativa em Saúde, Aracaju, v. 1, p. 579-84, ago. 2015. Disponível em: <http://www.proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2015/article/view/131/127>. Acesso em: 14 out. 2017.

SANTOS, Maria Clara, et al. Processo de Trabalho do Núcleo de apoio à Saúde da Família (NASF): importância da Qualificação Profissional. Saúde & Transformação Social,  Florianópolis, v. 8, n. 2, p. 60-9, maio/ago. 2017.

 




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/multi.v23i54.1707

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2447-9276
ISSN impresso: 1414-512X (até o número especial, set. 2015)