A coordenação pedagógica e a gestão escolar: desafios na perspectiva da educação inclusiva

Heitor Romero Marques, Adriana Cristina Lopes Martins

Resumo


Este artigo tem por objetivo apresentar um estudo sobre as contribuições que o serviço da coordenação pedagógica pode dispensar à educação inclusiva, no âmbito da educação básica. O artigo, portanto, pretende explicitar, no primeiro momento, os aspectos relacionados às funções atribuídas à coordenação pedagógica; para tanto, faz-se um breve estudo sobre as vertentes defendidas pelos especialistas no assunto. A etapa seguinte discorre sobre a educação inclusiva, sobre seus avanços e sobre seus reais objetivos. O estudo está construído a partir das produções teóricas de pesquisadores brasileiros que se concentraram em pesquisar essa temática. A pesquisa segue o caráter de investigação bibliográfica; sendo assim, está preocupada em discorrer sobre a inclusão e como esta vem sendo trabalhada no âmbito da escola comum, bem como sobre as contribuições que o coordenador pedagógico pode dispensar para concretização desse modelo de educação.

Palavras-chave


gestão escolar; prática pedagógica; educação inclusiva

Texto completo:

PDF

Referências


ANACHE, A. A. Psicologia escolar e educação especial: versões, inserções e mediações. Campo Grande, MS: UFMS, 2010.

CONCEIÇÃO, L. F. Coordenação pedagógica e orientação educacional: princípios e ações em formação de professores e formação do estudante. Porto Alegre: Mediação, 2010.

GARCIA, N. A. R. L. O fazer e o pensar dos supervisores e orientadores educacionais. São Paulo: Edições Loyola, 1986.

JANNUZZI, G. S. de M. A educação do deficiente no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2006.

MANTOAN, M. T. E. Inclusão escolar: pontos e contrapontos. São Paulo: Summus, 2006.

MINANAYO, Maria Cecilia de Souza. O desafio do conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. 5. ed. São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro:ABRASCO, 1993.

______. Inclusão escolar. O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2005.

OLIVEIRA, A. A. S.; LEITE, L. P. Construção de um sistema educacional inclusivo: um desafio político-pedagógico. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 15, n. 57, p. 511-24, out./dez. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40362007000400004&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 1º maio 2011.

OLIVEIRA, A. A. S.; POKER, R. B. Educação inclusiva e municipalização: a experiência em educação especial de Paraguaçu Paulista. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, SP, n. 3, v. 2, p. 233-44, jul./dez. 2002.

PERRENOUD, Fhilippe. Trabalhar em equipe. In: Dez novas competências para ensinar. Tradução de Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000. p.79-93.

SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 19. ed. São Paulo: CORTEZ, 2002.

SILVA, Edna Lúcia da; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. rev. atual. Florianópolis: UFSC, 2005.

VASCONCELLOS, C. S. Processo de planejamento: In: ______. Planejamento: projeto de ensino – aprendizagem e projeto político pedagógico. São Paulo: Libertad, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/multi.v23i53.1628

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2447-9276
ISSN impresso: 1414-512X (até o número especial, set. 2015)