Aleitamento Materno Exclusivo e introdução de alimentos industrializados nos primeiros dois anos de vida

Rafael Alves Mata de Oliveira, Fernanda Zanoni Cônsolo, Karine de Cássia Freitas, Giovana Eliza Pegolo

Resumo


Objetivou-se identificar a frequência de Aleitamento Materno Exclusivo e a introdução de alimentos industrializados entre crianças com idade inferior a dois anos. Trata-se de estudo transversal, com amostra de conveniência, constituída por 31 mães. 61,3% das mães informaram Aleitamento Materno Exclusivo, por período médio de 4,5 meses, contudo 86,9% e 67,8% das mães ofertaram água e chá, antes dos primeiros seis meses de vida, o que contraria a definição de aleitamento exclusivo. A oferta de alimentos industrializados antes dos dois anos foi mencionada por 96% das mães para sucos artificiais, e 87%, para refrigerantes. Para macarrão instantâneo, doces, biscoitos recheados e salgadinhos, 88,2%, 89,3%, 86,4% e 80% registraram essa prática, respectivamente. Conclui-se que o Aleitamento Materno foi mencionado pela maioria das participantes, contudo não de forma exclusiva. A oferta de alimentos complementares mostrou-se inadequada, considerando a introdução de alimentos industrializados em idade precoce.


Palavras-chave


alimentação complementar; consumo de alimentos; leite materno.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE PESQUISA (ABEP). Critério de Classificação Econômica Brasil. 2015. Disponível em: <http://www.abep.org/criterio-brasil>. Acesso em: 24 dez. 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Dez passos para uma alimentação saudável: guia alimentar para crianças menores de dois anos: um guia para o profissional da saúde na atenção básica. 2. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. Disponível em: <http://www.blog.saude.gov.br/images/arquivos/dez_passos_alimentacao_saudavel_guia.pdf>. Acesso em: 22 ago. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. II Pesquisa de prevalência de aleitamento materno nas capitais brasileiras e Distrito Federal. Brasília: Ministério da Saúde, 2009. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pesquisa_prevalencia_aleitamento_materno.pdf>. Acesso em: 23 ago. 2017.

CAMPOS, A. M.; CARMONA, E. V.; HIGA, R.; VALE, I. N. Prática de aleitamento materno exclusivo informado pela mãe e oferta de líquidos aos seus filhos. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, SP, v. 23, n. 2, p. 283-90, mar./abr. 2015.

CARLETTI, C.; PANI, P.; MONASTA, L.; KNOWLES, A.; CATTANEO, A. Introduction of complementary foods in a cohort of infants in northeast Italy: Do Parents comply with WHO Recommendations? Nutrients, Switzerland, v. 9, n. 1, p. 34-45, jan. 2017.

CONTARATO, A. A. P. F.; ROCHA, E. D. M.; CZARNOBAY, S. A.; MASTROENI, S. S. B.; VEUGELERS, P. J.; MASTROENI, M. F. Efeito independente do tipo de aleitamento no risco de excesso de peso e obesidade em crianças entre 12-24 meses de idade. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 32, n. 12, p. 45-56, dez. 2016.

HEITOR, S. F. D.; RODRIGUES, L. R.; SANTIAGO, L. B. Introdução de alimentos supérfluos no primeiro ano de vida e as repercussões nutricionais. Ciência, Cuidado em Saúde, Maringá, PR, v. 10, n. 3, p. 430-6, jul./set. 2011.

JAIME, P. C.; PRADO, R. R. do; MALTA, D. C. Influência familiar no consumo de bebidas açucaradas em crianças menores de dois anos. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 51, Supl. 1, p. 1-13, jun. 2017.

JUNGES, C. F.; RESSEL, L. B.; BUDÓ, M. L. D.; PADOIN, S. M. de; HOFFMANN, I. C.; SEHNEM, G. D. Percepções de puérperas quanto aos fatores que influenciam o aleitamento materno. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, RS, v. 31, n. 2, p. 343-50, jun. 2010.

MACHADO, A. K. F.; ELERT, V. W.; PRETTO, A. D. B.; PASTORE, C. A. Intenção de amamentar e de introdução de alimentação complementar de puérperas. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 7, p. 1983-9, jul. 2014.

MARINHO, L. M. F.; CAPELLI, J. C. S.; ROCHA, C. M. M.; BOUSKELA, A.; CARMO, C. N. do; FREITAS, S. E. A. P.; ANASTÁCIO, A. S.; ALMEIDA, M. F. L. de; PONTES, J. S. Situação da alimentação complementar de crianças entre 6 e 24 meses assistidas na Rede de Atenção Básica de Saúde de Macaé, RJ, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 21, n. 3, p. 977-86, mar. 2016.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (ONU). Apenas 40% das crianças são alimentadas exclusivamente com leite materno nos 6 primeiros meses de vida. 2017. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/apenas-40-das-criancas-sao-alimentadas-exclusivamente-com-leite-materno-nos-6-primeiros-meses-de-vida/>. Acesso em: 23 ago. 2017.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE (OMS). Diretriz: ingestão de açúcares por adultos e crianças. Genebra, Suíça, 2015.

PALMEIRA, P.; CARNEIRO-SAMPAIO, M. Immunology of breast milk. Revista Associação Médica Brasileira, São Paulo, v. 62, n. 6, p. 584-93, jul. 2016.

PINO, J. L.V.; LÓPEZ, M. A. E.; MEDEL, A. P. I.; ORTEGA, A. S. Factores que inciden em laduración de lalactancia materna exclusiva en una comunidade rural de Chile. Revista Chilena de Nutrición, Santiago, Chile, v. 40, n. 1, p. 48-54, mar. 2013.

PRADO, C. V. C.; FABBRO, M. R. C.; FERREIRA, G. I. Desmame precoce na perspectiva de puérperas: uma abordagem dialógica. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 25, n. 2, p. 1-9, fev. 2016.

SÁ, N. N. B. de; GUBERT, M. B.; SANTOS, W. dos; SANTOS, M. P. Fatores ligados aos serviços de saúde determinam o aleitamento materno na primeira hora de vida no Distrito Federal, Brasil, 2011. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 19, n. 3, p. 509-24, jul./set. 2016.

SIMON, V. G. N.; SOUZA, J. M. P.; SOUZA, S. B. Breastfeeding, complementary feeding, overweight and obesity in pre-school children. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 43, n. 1, p. 60-9, jul. 2009.

SOUZA, F. I. S. de; CAETANO, M. C.; ORTIZ, T. T.; SILVA, S. G. L. da; SARNI, R. O. S. Complementary feeding of infants in their first year of life: focus on the man pureed baby foods. Revista da Associação Médica Brasileira, São Paulo, v. 60, n. 3, p. 231-5, jan. 2014.

TAMASIA, G. A.; VENÂNCIO, S. I.; SALDIVA, S. R. D. M. Situation of breastfeeding and complementary feeding in a médium-sized municipality in the Ribeira Valley, São Paulo. Revista de Nutrição, Campinas, SP, v. 28, n. 2, p. 143-53, mar./abr. 2015.

TOLONI, M. H. A.; LONGO-SILVA, G.; GOULART, R. M. M.; TADDEI, J. A. A. C. Introdução de alimentos industrializados e de alimentos de uso tradicional na dieta de crianças de creches públicas no município de São Paulo. Revista de Nutrição, Campinas, SP, v. 24, n. 1, p.61-70, jan./fev. 2011.

VICTORA, C. G.; BAHL, R.; BARROS, A. J. D.; FRANÇA, G. V. A.; HORTON, S.; KRASEVEC, J.; MURCH, S.; SANKAR, M. J.; WALKER, N.; ROLLINS, N. C. Breastfeeding in the 21st century: epidemiology, mechanisms, and lifelong effect. Lancet, England, v. 387, n. 10017, p. 475-90, jan. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/multi.v23i54.1579

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2447-9276
ISSN impresso: 1414-512X (até o número especial, set. 2015)