Performance das firmas do agronegócio listadas no novo mercado da Bovespa: um estudo econométrico

Michel Constantino, Dany Rafael Fonseca Mendes, Reginaldo Brito da Costa, Alexander Bruno Pegorare

Resumo


Este estudo mediu o impacto da gestão na performance das empresas do setor de agronegócio listadas na Bovespa, por meio de modelagem econométrica com dados em painel. A metodologia partiu da análise de nove indicadores de desempenho e uma função de produção padrão. Foram utilizados dados trimestrais, de 2007:1 a 2011:4, das dez empresas listadas no Novo Mercado (NM) da Bovespa. A influência dos indicadores no produto da empresa revelou que as variáveis capital e trabalho continuam proporcionando maior impacto no resultado, e que variáveis interligadas ao mercado, como é o caso do lucro por ação, são quase insignificantes. 

Palavras-chave


finanças corporativas; governança; dados em painel; econometria; modelagem.

Texto completo:

PDF

Referências


ARROW, K.; DEBREU, G. Existence of equilibrium for a competitive economy. Econometrica, v. 22, n. 3, p. 265-290, jul. 1954.

ASSAF NETO, A. Estrutura e análise de balanços: um enfoque econômico e financeiro. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2006. 191p.

BHAGAT, S.; BOLTON, B. Corporate governance and firm performance. Journal of Corporate Finance, v. 14, n. 3, p. 257-273, jun. 2008.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Projeções do agronegócio: Brasil – 2009/2010 a 2019/2020. Brasília: Mapa, 2010.

CHANDLER, A. D. Organizational capabilities and the industrial enterprise. Journal of Economic Literature, v. 6, n. 3, p. 79-100, 1992.

______. Scale and scope. Cambridge, MA: The Belknap Press of Harvard University Press, 1990. 760 p.

______. The visible hand. Cambridge, MA: The Belknap Press of Harvard University Press, 1977. 608 p.

______. Strategy and structure: chapters in the history of the American industry. Cambridge, MA: Harvard University Press, 1962.

MARRIS, R. L. The economic theory of managerial capitalism. London: Macmillan, 1971.

MODIGLIANI, F.; MILLER. M. H. The Costs of Capital, Corporate Finance, and the Theory of Investment. American Economic Review, v. 48, n. 3, p. 261-297, jun. 1958.

______. Corporate Income Taxes and the Cost of Capital: A Correction. American Economic Review, v. 53, n. 3, p. 433-443, jun. 1963.

ORGANISATION FOR ECONOMIC COOPERATION AND DEVELOPMENT (OCDE). Annual Report, 2008.

PENROSE, E. The theory of the growth of the firm. White Plains, NY: M.E. Sharpe, 1959.

PEREZ JUNIOR, J. H.; BEGALLI, G. A. Elaboração e análise das demonstrações contábeis. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2009.

SMITH JR., C. W. The Theory of Corporate Finance: A Historical Overview. In: JENSEN, M. C.; SMITH, C. W. The Modern Theory of Corporate Finance. New York: McGraw-Hill, 1984.

STEINDL, J. Maturity and stagnation in american capitalism. New York: Monthly review press, 1952.

TIROLE, J. The Theory of Corporate Finance. Princeton, NJ, EUA: Princeton University Press, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/multi.v22i52.1458

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2447-9276
ISSN impresso: 1414-512X (até o número especial, set. 2015)