Diversidade de insetos e aranhas presentes em diferentes fisionomias no Pantanal, na seca e cheia, Corumbá, MS

Adriano Schulz Lopes, Suellen Soares, Elizabete Maria da silva, Antonia Railda Roel

Resumo


Objetivou-se inventariar as Ordens de insetos em diferentes fisionomias no Pantanal, Corumbá, MS, durante dois meses, em período de seca e cheia. Foram comparadas quatro áreas, Mata ciliar, Paratudal, Espinheiral e Canjiqueiral. As coletas foram obtidas de armadilhas de Malaise, e os insetos capturados foram acondicionados em frascos e preservados em álcool 96%, e identificados até ordem e morfoespécies. Foram capturados 13.883 exemplares pertencentes a seis Ordens. Na Mata ciliar foram capturados 580 indivíduos, no Paratudal 6.696 indivíduos, no Espinheiral 3.052 e no Canjiqueiral 3.515 indivíduos, pertencentes ao período de seca e cheia, em abril e maio de 2013. Foi possível demonstrar a abundância e riqueza de Ordens de insetos presentes nessas fisionomias e a eficiência da armadilha de Malaise em coletar insetos nas fisionomias do Pantanal. Há abundância e diversidade de insetos e aranhas no Pantanal na seca e na cheia.


Palavras-chave


diversidade de insetos, planície inundável, riqueza de insetos.

Texto completo:

PDF

Referências


ADÁMOLI, J. O Pantanal e suas relações fitogeográficas com os cerrados: discussão sobre o conceito de complexo do Pantanal. In: CONGRESSO NACIONAL DA SOCIEDADE BOTÂNICA DO BRASIL, 32. Anais... Teresina: Universidade Federal do Piauí, 1982.

ALFONSI, R. R; CAMARGO, M. D. Condições climáticas para a região do Pantanal Mato-grossense. In: SIMPÓSIO SOBRE RECURSOS NATURAIS E SÓCIO-ECONÔMICOS DO PANTANAL, 1. Anais… Brasília: EMBRAPA/CPAP, 1986. p. 29-42.

ALLABY, M. The Concise Oxford dictionary of botany. Oxford: Oxford University Press, 1992. 442p.

ALMEIDA, S. D. et al. Cerrado: espécies vegetais úteis. Planaltina, DF: Embrapa-CPAC, 1998. 464 p.

ALMEIDA, N. D. P. Segmentação do turismo no pantanal sul-mato-grossense. 2002. 135 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Local) - Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Campo Grande, MS, 2002.

AMADOR, G. D. A. Composição florística e caracterização estrutural de duas áreas de carandazais nas sub-regiões do Miranda e Nabileque, Pantanal sul-mato-grossense, Brasil. 2006. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS, 2006.

AOKI, C. et al. Diversidade de abelhas (Hymenoptera: Apoidea) e recursos florais na RPPN Engenheiro Eliezer Batista, Pantanal de Mato Grosso do Sul. In: RABELO, A. et al. (Org.). Descobrindo o paraíso: aspectos biológicos da Reserva Particular do Patrimônio Natural Engenheiro Eliezer Batista. Rio de Janeiro: Instituto Homem Pantaneiro, 2012. p. 84-110.

BELLO, A. M. de; AOKI, C.; VIEIRA, L. Besouros (Coleoptera) da Reserva Particular do Patrimônio Natural Engenheiro Eliezer Batista. In: RABELO, A. et al. (Org.). Descobrindo o paraíso: aspectos biológicos da Reserva Particular do Patrimônio Natural Engenheiro Eliezer Batista. Rio de Janeiro: Instituto Homem Pantaneiro, 2012. p. 132-151.

BRASIL. Ministério do Interior. Estudos de desenvolvimento integrado da Bacia do Alto Paraguai (EDIBAP): Relatório da 1ª fase. Descrição física e recursos naturais. Brasília, t. 2, 1972. 235p.

BRENER, A. G. F.; SILVA, J. F. Leaf-cutting ants and forest groves in a tropical parkland savanna of Venezuela: facilitated succession? Journal of Tropical Ecology, v. 11, n. 4, p. 651-669, 1995.

BROWN, K. S. Insetos como rápidos e sensíveis indicadores de uso sustentável de recursos naturais. In: MARTOS, H. L.; MAIA, N. B. (Ed.). Indicadores ambientais. Sorocaba, SP: PUC/Shell Brasil, 1997. p. 143-151.

CARVALHO, C. D. et al. Diptera. In: RAFAEL, J. A. (Ed.). Insetos do Brasil: diversidade e taxonomia. Ribeirão Preto, SP: Holos, 2012. p. 701-743.

CASTELNOU, A. M. N. et al. Sustentabilidade socioambiental e diálogo de saberes: o Pantanal mato-grossense e seu espaço vernáculo como referência. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Curitiba, PR, n. 7, p. 41-67, jan./jun. 2003.

COUTINHO, L. M. Aspectos ecológicos da saúva no cerrado. A saúva, as queimadas e sua possível relação na ciclagem de nutrientes minerais. Boletim de Zoologia da Universidade de São Paulo, v. 8, n. 1, p. 1-9, 1984.

CROZIER, R. H. Evolutionary genetics of the Hymenoptera. Annual Review of Entomology, v. 22, n. 1, p. 263-288, 1997.

DALLING, J. W.; WIRTH, R. Dispersal of Miconia argentea seeds by the leaf-cutting ant Atta colombica. Journal of  Tropical Ecology, v. 14, n. 5, p. 705-710, 1998.

DEMÉTRIO, M. F.; SILVESTRE, R.; AOKI, C. Formigas (Hymenoptera: Formicidae) da Reserva Particular do Patrimônio Natural Engenheiro Eliezer Batista, Descobrindo o Paraíso Aspectos Biológicos da Reserva Particular do Patrimônio Natural. Rio de Janeiro: Instituto Homem Pantaneiro, 2012. 182p.

DIDHAM, R. K. Dipteran tree-crown assemblages in a diverse southern temperate rain forest. In: STORK, N. E.; ADIS, J.; DIDHAM, R.K. (Ed.). Canopy arthropods. London: Chapman & Hall, 1997. p. 320-343.

DUTRA, R. R.; MARINONI, R. C. Insetos capturados com armadilha Malaise na Ilha do Mel, Baía de Paranaguá, Paraná, Brasil. I Composição de Ordens. Revista Brasileira de Zoologia, v. 11, n. 2, p. 227-245, 1994.

GALLO, D. et al. Entomologia agrícola. Piracicaba, SP: FEALQ, 2002. 920p.

GARLET, J.; ROMAN, M.; COSTA, E. C. Levantamento da entomofauna de copa associada a diferentes espécies florestais. In: CONGRESSO REGIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA EM ENGENHARIA (CRICTE), 21. Anais… Ijuí, RS: UNIJUÍ, 2006.  

GAULD, I. D.; BOLTON, B. (Ed.). The Hymenoptera. Oxford: Oxford University Press and The Natural History Museum, 1988. 332p.

LEAL, I. R. Dispersão de sementes por formigas na caatinga. In: LEAL, I. R.; TABARELLI, M.; SILVA, J. M. C. da (Ed.). Ecologia e conservação da caatinga. Recife, PE: Editora da UFPE, 2003. p. 593-624.

LEAL, I. R.; OLIVEIRA, P. S. Interactions between Fungus‐Growing Ants (Attini), Fruits and Seeds in Cerrado Vegetation in Southeast Brazil1. Biotropica, v. 30, n. 2, p. 170-178, 1998.

LEVEY, D. J.; BYRNE, M. M. Complex ant-plant interactions: rain-forest ants as secondary dispersers and post-dispersal seed predators. Ecology, v. 74, n. 6, p. 1802-1812, set. 1993.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa, SP: Plantarum, 1992. 352p.

MCGEOCH, M. A. The selection, testing and application of terrestrial insects as bioindicators. Biological Reviews of the Cambridge Philosophical Society, v. 73, n. 2, p. 181-201, 1998.

MOUTINHO, P. R. et al. Formigas e floresta: estudo para a recuperação de áreas de pastagem. Ciência Hoje, n. 15, p. 59-60, 1993.

OBER, H. K.; HAYES, J. P. Influence of forest riparian vegetation on abundance and biomass of nocturnal flying insects. Forest Ecology and Management, v. 256, n. 5, p. 1124-1132, 2008.

OLIVEIRA, A. K. M.; SCHELEDER, L. J. D.; FAVERO, S. Caracterização morfológica, viabilidade e vigor de sementes de Tabebuia chrysotricha (Mart. ex. DC.) Standl. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 32, n. 6, p. 1011-1018, nov./dez. 2008.

OLIVEIRA, C. M.; MORÓN, M. A.; FRIZZAS, M. R. Aegopsis bolboceridus (Coleoptera: Melolonthidae): an important pest on vegetables and corn in Central Brazil. Florida Entomologist, v. 91, n. 2, p. 324-327, 2008.

PIMENTA, A. Bioindicadores em Ecossistemas. 2008. Disponível em: <http://www.herbario.com.br/dataherb06/1112bioindicad.htm>. Acesso em: fev. 2014.

POTT, A.; POTT, V. (Org.). Plantas do Pantanal. Corumbá, MS: EMBRAPA/SPI, 1994. 320p.

PULZ, C. E. et al. Insetos - a importância do equilíbrio em um pomar cítrico – coleção didática do museu prof. Ramiro Gomes Costa. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 2, n. 1, p. 741-744, fev. 2007

SANTOS, G. P. et al. Foraging of Parachartergus fraternus (Hymenoptera: Vespidae: Epiponini) on cloudy and sunny days. Sociobiology, v. 53, n. 2, p. 431, 2009.

SANTOS, S. A. et al. Cheia e seca no Pantanal: importância do manejo adaptativo das fazendas. ADM - Artigo de Divulgação na Mídia, Embrapa Pantanal, Corumbá, MS, n. 120, p. 1-3, out. 2007. Disponível em: <http://www.cpap.embrapa.br/publicacoes/online/ADM120.pdf>.

SILVA, R. C. Estudo do balanço de radiação no Pantanal sul matogrossense. 2003. Dissertação (Mestrado em Meteorologia) - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), São José dos Campos, SP, 2003.

SILVA, M. S.; FONTENELLE, J. C.; MARTINS, R. P. Por que moscas visitam flores. Ciência Hoje, v. 30, n. 175, p. 68-71, 2000.

SILVEIRA NETO, S. et al. Manual de Ecologia dos insetos. São Paulo: Agronômica Ceres, 1976. 419p. 

SOARES, J. J.; OLIVEIRA, A. K. M. D. The "paratudal" at the Pantanal de Miranda-Corumbá-MS, Brazil. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 33, n. 2, p. 339-347, mar./abr. 2009.

SOUZA, L. G. Bacia do Paraguai: geografia e história. Brasília: Departamento de Documentação e Divulgação, 1978.

SOUZA-SILVA, M. et al. Ecology, behavior and bionomics. Seasonal abundance and species composition of flower-visiting flies. Neotropical Entomology, Londrina, PR, v. 30, n. 3, p. 351-359, set. 2001 .

THOMAZINI, M. J.; THOMAZINI, A. D. B. Levantamento de insetos e análise entomofaunística em floresta, capoeira e pastagem no sudeste acreano. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, Rio Branco, AC, n. 35, set. 2002.

WIRTH, R. et al. Herbivory of leaf-cutting ants: a case study on Atta colombica in the Tropical Rainforest of Panama. Ecological Studies, n. 164, 2003. 230p.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/multi.v22i51.1422

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2447-9276
ISSN impresso: 1414-512X (até o número especial, set. 2015)